Da vingança do Eterno de Israel: A..." />
O ímpio com a boca destrói o próximo, mas os justos são libertados pelo conhecimento. Provérbios 11:9








Data Publicação: 30/07/2018 21:15:08
Profeta Judeu Jeremias: A vingança do Eterno de Israel

Da vingança do Eterno de Israel:

A pregação pública do profeta Jeremias continua diante do templo em Jerusalém.

Agora, Adonai mostra sua indignação contra os reis, líderes políticos, o povo, sacerdotes e profetas!

 

Dos sacerdotes, escribas e profetas:

Os escribas se intitulavam sábios e mostravam-se conhecedores da Torá, mas distorciam as leis de Adonai para ensinar mentiras.

Também havia disputa por poder, mesmo dentre os menores líderes até o maior - Todos eram gananciosos e pregavam falsidades!

As mensagens que os líderes religiosos pregavam eram de PAZ! E serviam apenas para curar as feridas de forma superficial, porque não haveria paz, era momento de morte, dor e fome!

 

Do povo:

O povo não se arrependia dos pecados e não queriam voltar a Adonai.

Falavam mentiras, enganavam e agiam com maldade para com seu próximo - Agiam como cavalos no ímpeto para a batalha e não mediam as consequências de suas ações!

 

Da religiosidade:

Os mesmos religiosos que frequentavam o templo de Salomão, também adoravam o sol, a lua e as estrelas; alguns faziam sacrifícios humanos a Moloque.

 

Da nação:

A idolatria tinha devastado toda a nação de Judá, a corrupção estava em altos níveis e em todos os níveis sociais, a depravação sexual tornou-se uma prática comum em toda a nação, os profetas eram mentirosos, os levitas mergulhados em adultério, havia orgias sexuais junto com culto pagão, os inocentes eram assassinados, os verdadeiros profetas perseguidos e mortos, os pobres estavam sucumbindo à fome e a nação estava à beira do caos.

 

Do castigo:

Adonai mostra a sua indignação, de tal forma, que os túmulos dos sacerdotes, profetas, religiosos, líderes políticos e reis seriam profanados!

Seus cadáveres seriam expostos ao sol, a lua e as estrelas a quem eles consultavam e adoravam! 

Os cadáveres seriam como esterco, apodrecendo a céu aberto por causa da idolatria de Judá!

 

Silas Anastácio
Evangelista e Expositor Bíblico
JERUSALÉM ETERNA